Arquivos de tags: iara barberena

da noite das fantásticas luzes do álcool…


Da noite das fantásticas luzes do álcool,
passos sorrindo vencidos pela floresta densa de segredos,
e o uivo do coração pede por Perpétua!

Uma aventura infinita, de medonhas alegrias não sofridas,
borboleta de tal veneno, infernal,
ela quer a farsa, feito quem quer um beijo do cupido,
então vai sugando mais essência
– sinto o cheiro de lavanda verde-escuro derramando.

Barulhos de metal enferrujam os ouvidos:
são suas pulseiras santas piedosas.
Lamentos chorosos batem as asas no vácuo,
nesse vão que chamamos Terra!

Não consegue rogar mais nada;
tropeça na voz oculta,
cai na vista da clareza dos fatos que ordenavam a estrada violeta,
um menino amarrado na barra de seu mundo

(mal sabiam aqueles olhos brilhantes:
o sufoco da vida eterna o aguardava sereno, sossegado).

O fio da saudade do passado real fermentando no estômago,
junto à melodia do piano tocador de ódio,
aquele compasso em negritude e vazio.