the gold bug

(inverno de 2007)



………………um assobio lento e harmonioso
e estalos de seu calcanhar no chão vez por vez que você caminha
……nesse corredor quase infinito, vermelho e mal iluminado
um túnel qualquer dessa grande cidade
dessa cidade que lá fora cospe a coisa porca de todos os desejos e dissolutos humanos
e você caminha aqui
……um saxofone poderia te fazer companhia
mas é bem singular que ele esteja na minha mente somente
………………assim como seu caminhar devastador que ignora a humanidade
na última passagem que é esse sonho de agora
e esse meu último desejo de fazer música para que você passe
……e torcer para que minha música passe em você
………………mas só assim, de longe
tu a insinuar canção
eu a compor-te

Comments are closed.