feirinha noir, cena I


Audrey Hepburn passeando em Latino América
sobre laranjas podres na feirinha do Bairro Brasil
carregando a cabeça de Truman Capote
em páginas amarrotadas do New York Herald Tribune
vendidas por crianças sujas e descalças
que dizem fuck e fodem
com as putas baratas e bonecas bem dotadas
de seus classificados mais escrotos
como o de Tammy, a japa mestiça
brinca de ser e não ser com o crânio de Elizabeth Taylor
num anal giratório shakespeariano
como quem gira o tambor de um 38
nos crânios dos Otelos do Bruno Bacelar

Comments are closed.