só os encontros são reais


Arre, esses dias de extremo alvoroço!

quando vamos dançar para a nossa liberdade,
quando vamos celebrar ao que somos!?
porque não somos esta máscara de orgulho
que costumamos vestir,
não somos o recato de nosso cotidiano.
não,
somos mais
além:
somos sangue e músculo,
sangue e músculo e
suor

não a forma,
mas a experiência:

nossos corpos cruzando
a linha de nossas vidas
feito a verdade que esquecemos de acreditar.

Comments are closed.